terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Águas termais no sertão da Bahia: Caldas do Jorro e Jorrinho

Quando penso em conhecer outro Estado ou País, olho pro mapa da Bahia e planejo com meus pais um lugar diferente para desbravar por aqui. Desta vez, escolhemos os Caminhos do Sertão, e este post é dedicado para quem já foi em Caldas do Jorro há mais de quatro anos, pra quem já foi recentemente, para quem acha que o sertão não tem nada de interesse e para quem acha que o turismo na Bahia é apenas sol e praia. Este post é pra você!





  • saindo de Salvador
De Salvador até Caldas do Jorro são 261 km e gasta-se 4h de viagem. O mapa abaixo é do trajeto que nós fizemos envolvendo Tracupá, Jorrinho e Caldas do Jorro:



  • Rodovias
No geral, as estradas da Bahia, estão boas e alguns trechos com pequenos buracos. A BR-116, em boa parte do trecho acima de Serrinha , não tem acostamento, o tráfego de carretas é intenso, é muito comum bodes e cabras atravessando a rodovia, por isso tenha muita atenção ao trafegar. Dirigir a noite não é recomendável, mas se for preciso, tenha atenção redobrada.

De Salvador até Caldas do Jorro pagamos apenas dois pedágios: o de Simões Filho e o de Amélia Rodrigues. 
  • de ônibus
Minha irmã foi de ônibus para Caldas do Jorro e fez da seguinte maneira: na rodoviária de Salvador ela pegou um ônibus para Feira de Santana, e de lá pegou outro ônibus para Caldas do Jorro. Em Feira de Santana tem mais horários e empresas do que em Salvador. São ônibus com destino a Paulo Afonso, Juazeiro, Ichu, Euclides da Cunha e outras cidades. Minha irmã saiu as 10h de Salvador e chegou as 15h em Caldas do Jorro, numa viagem tranquila, segundo ela. Ou seja, dá pra conhecer Caldas do Jorro mesmo se você não tiver carro.

Para informação sobre qualquer linha rodoviária na Bahia consulte o site da Agerba ou ligue (71) 3115-4887.

Empresas:
Falcão Real ( São Luiz)
Regional
Gontijo

O sertão da Bahia é super viável para quem mora em Sergipe, Alagoas ou Pernambuco. Dê uma olhada no mapa e monte seu roteiro.



Saindo de Salvador nossa primeira parada é no distrito de Tracupá, um povoado que cheira a couro. Sim, quase em todas as casas as famílias trabalham, curtindo, cortando e costurando artigos de couro. Logo na entrada do povoado, do lado esquerdo, encontramos a Coopact (Cooperativa de Couro de Tracupá) e ao longo da rua principal você vai observar muitas outras lojas. Os produtos daqui são exportados para outros estados e competem com grandes marcas de couro nacionais. Vale visitar e comprar!

Praça de Tracupá




artigos de primeira qualidade

Depois, paramos em Jorrinho para almoçar e tomar um banho. De tão fácil acesso, nem dá para acreditar que Jorrinho fica às margens da BR 116. Os moradores e frequentadores assíduos, nos deram uma dica: a água de Jorrinho é mais morna que a de Caldas do Jorro. Assim é interessante para um banho durante o dia. Ao redor da praça de Jorrinho, há vários restaurantes e todos trabalham com a carne de bode e claro que saboreamos uma carninha assada e uma buchada de bode.


o Rio Itapicuru morrendo aos poucos

Praça José Angelo Batista, Jorrinho


Eita farofa d'água gostosa! E a carne de bode maravilhosa ....

Enfim, chegamos ao nosso destino: Caldas do Jorro. Mas antes, que tal conhcermos a história das águas termais através deste vídeo do Canal Bora? :




Quem pode e quem não pode tomar banho? Dá uma olhada:



Vamos curtir a noite de Caldas do Jorro? Bom, a cidade tem como grande atrativo as águas termais que ficam na Praça Ana Oliveira que foi reformada em 2013, mas que precisa de uma manutenção diária para que não se deteriore aos poucos. As águas saem de um poço a mais de 1800 metros de profundidade e a temperatura da água é de 48 graus. Por isso, é uma delícia um banho a noite. E quem são os frequentadores? Todo mundo: adultos, crianças, vários idosos, turistas e os moradores. Um ambiente tranquilo e agradável. 

Vale lembrar que Caldas do Jorro é destino de excursões de um dia, geralmente aos finais de semana. A Praça é pura animação com música ao vivo e os moradores observando a movimentação. O policiamento é constante e não vimos nenhuma anormalidade. Voltamos para a Pousada bem tarde da noite e é muito comum a população desfilando de toalha ou roupão de banho em direção à Praça e a qualquer hora. Eu ria!


nesta parte a água cai como cascata e é bem morna


já nesta parte a água é bem quente, temperatura de 48 graus

Chegou o dia de ir embora e se despedir desta região tão bonita. Mas antes, fomos conhecer o Mercado Municipal, um local organizado, simples e com preços bons. Compramos algumas coisas e pegamos estrada rumo a Salvador. Contudo, não dá para passar às margens da BR 116 e não parar (de novo!rsrs) pro almoço em Jorrinho.



Há piscina pública com água termal, mas sinceramente não me atrevi a entrar. Acho melhor pagar para usufruir das piscinas dos hotéis.

No outro dia, fizemos dois passeios super valiosos: Parque Estadual de Canudos e Projeto Jardins das araras de lear. Ao retornar, fomos para a Praça tomar banho, claro! rsrs


Por indicação de um colega de trabalho, ficamos na Pousada Cantinho da Felicidade. Uma excelente localização: na mesma rua do Posto Br. Tem placa indicativa, não tem como se perder.

A pousada oferece casas para aluguel de temporada e diárias. Casas equipadas com frigobar, geladeira, ar condicionado e ventilador. Tudo simples, porém arrumado e no capricho. A área comum tem piscina, bar, jardim e estacionamento para cada hóspede. O café da manhã é simples: banana da terra, aipim, carne de ensopado, cuscuz, pão, ovo frito, molho de cachorro quente, biscoitos, etc. Eu disse que o café era simples, mas na verdade é super nutritivo e não dá nem pra sentir falta de queijo e presunto, rsrs.

Pagamos 250 reais na diária para 5 pessoas em uma das casas. Excelente custo benefício!


Um café desse é simples?! Jamais!

Para outras opções:



E olha mais uma produção cinematográfica caseira que você não vai querer perder, kkk:



Depois seguimos viagem e chegamos em Salvador sãos e salvos e cheios de boas lembranças desta Bahia que é incrível. Uma Bahia de pessoas produtivas e criativas. De pessoas simples, falam com naturalidade, falam com sinceridade, falam com o coração. De pessoas que sabem o que é sobreviver onde muitos acham que nada vai pra frente. Onde se transforma sol e calor em trabalho e perseverança. Mas isso faz parte da natureza das coisas pela Bahia. As araras perseveram e resistem a ação destruidora do homem e dizem para o mundo: meu lugar é na Bahia, nosso lugar é no Sertão!  As águas dizem: jorraremos o dia todo e todo dia onde eles chamam de sertão e se vacilar jorraremos como água mineral (sim, em Canudos foi encontrado poço de água mineral e que abastece a cidade). Sim, o sertão baiano é uma das regiões mais produtivas do Brasil. Fica o convite para você explorar esta região e sair da mesmice do litoral baiano.


Conheça as araras azul de lear em Euclides da Cunha

Siga o Vaneza com Z em:


O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com uma das empresas/ serviços citados no texto.

domingo, 10 de dezembro de 2017

Conheça as araras azul de lear no Sertão da Bahia

Nossa visita a Caldas do Jorro incluiu fazer um pequeno safári em Euclides da Cunha para conhecermos as araras azul de lear, uma espécie em extinção, mas que colore os céus do sertão baiano. Vamos conhecer um pouco desta espécie e como é possível vê-las de pertinho.


terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Bahia - Visite o Parque Estadual de Canudos

Através deste roteiro pelo Parque Estadual de Canudos, conheça a história da guerra mais sangrenta da época republicana do Brasil e a situação que mais se assemelha ao Brasil atual. Neste post, você encontrará informações de como chegar, onde ficar, onde comer em Canudos e indicações de excelentes guias que te ajudaram a conhecer a história e a geografia do local. 



segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Restaurante SOHO Marina em Salvador

Aproveitando mais uma edição do Salvador Restaurant Week, fomos conhecer o Restaurante SOHO Marina aqui em Salvador, que fica na Avenida Contorno, na Marina da cidade. Confira neste post os valores cobrados, caso você deseje conhecê-lo em um outro momento.



quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Uma viagem econômica a Barra Grande e Boipeba na Bahia



Como um casal fez uma viagem econômica pela Bahia, gastando menos de mil e oitocentos reais em oito dias entre Barra Grande (Península de Maraú) e Boipeba? Eu fiquei curiosa e fui perguntar pra Viviane e Alexandre como eles conseguiram esta proeza. Confira alguma dicas 😉

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Dubai e Rússia - a viagem de Lua Bastos

Que honra poder receber um relato deste sobre um país que não tenho tanto expectativa em conhecer, mas que despertou meu interesse após ouvir as história de Lua Bastos, uma garotinha que já desbravou o mundo e continua com o espírito viajante bem ativo. Vamos saber como foi esta viagem ?


1- Por que este foi o destino escolhido?

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Air France e KLM iniciam vendas de voos de/para Fortaleza

O Grupo Air France-KLM inicia no Brasil as vendas de passagens para os voos de/para Fortaleza. Os voos conectados entre o grupo franco-holandês e a parceira brasileira estarão disponíveis para compra nos sites da Air France e da KLM a partir da primeira semana de novembro. 


segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Estados Unidos em 15 dias: Califórnia e Nova York

Talvez, você deve ter acompanhado algumas postagens sobre minha viagem aos Estados Unidos que fiz recentemente. Caso não tenha visto, ao longo deste post, há links para você ler os relatos completos de cada dia.  Espero que você encontre aqui uma grande inspiração para os seus roteiros. 


segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Porque você deve visitar o Central Park em Nova York

Mais uma atração imperdível e inesquecível em Nova York. Já escrevi sobre Porque você deve visitar o Top of The Rock e coloquei várias fotos bacanas pra você bater o martelo e colocar no roteiro. Neste post vamos conhecer um pouquinho desta que é uma das grandes atrações de Nova York através de um roteiro a pé.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...