segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Como ir ou estacionar na Barra?

Publiquei um post sobre a nova orla da Barra. Daí uma amiga me perguntou: é melhor ir de carro ou de ônibus?

Esta pergunta levanta outras questões. Mas, neste post vou relatar o que de fato aconteceu e deixo a caixa de comentários para que você leitor dê sua sugestão ou conte sua experiência.


Ao fundo: Rua Professor Lemos de Brito

Com a reforma da orla o trânsito também foi reestruturado. Ruas que eram mão dupla, agora se tornaram mão única. O que era sentido norte virou sentido sul. E aí surge a pergunta, onde estacionar? E com tanta gente seguindo para o mesmo lugar, como pegar ônibus?

O que ocorre na teoria, segundo a Transalvador:

Zona azul
Onde fica?
Rua Marques de Leão
Travessa Marques de Leão
Rua Dom Marcos Texeira
Rua Barão de Sergy
Rua Professor Lemos de Brito
Rua Airosa Galvão
Rua Alfredo Magalhães

Quem pode estacionar?
Qualquer pessoa.

Quanto custa?
Segunda a sábado, 7h às 19h: R$ 3,00 (2h - curta duração), permanência mínima de 2h;
Segunda a sábado, 19h a 1h: R$ 6,00 (6h - longa duração);
Domingos e feriados, 7h às 19h: 6,00 (integral) / 19h a 1h: R$ 6,00 (6h - longa duração).


Rua Marques de Leão- Zona Azul e Verde ao mesmo tempo
Zona verde
Onde fica?
Ruas Afonso Celso, Marques de Leão e Barão de Sergy.

Quem pode estacionar?
APENAS os moradores credenciados junto a Transalvador. A zona verde pode ou não está na zonal azul, ou seja, um morador que apresente a credencial  pode estacionar na zona azul se isso for permitido.

Quanto custa? 
É gratuito.


Quando pode estacionar?
Nas ruas Marques de Leão e Barão de Sergy 24h.
Na rua Afonso Celso das 19h as 7h.


Zona Verde: Ruas Afonso Celso, Barão de Sergy e Marques de Leão                                             Foto: Transalvador


O que ocorreu na prática:

Eu e meus pais, fomos ver o pôr do sol em um domingo e chegamos na Barra via Avenida Oceânica por volta das 16h.
Seguimos pela rua Marquês de Caravelas e entramos na Greenfeld, subimos mais um pouco e chegamos na Rua Prof. Lemos de Brito. Foi aí que estacionamos, visto que, era o único local que tinha “vaga”, pois é numa ladeira. Pagamos para o flanelinha na volta. Sem nenhum problema.




Essa rua é prática para estacionar, pois descendo em direção a orla você sai em frente ao Farol da Barra e segue até o Porto tranquilamente.


Rua Professor Lemos de Brito, descendo a ladeira você estará na Avenida Oceânica

Outras pessoas estacionam no Shopping Barra e vão andando.
Ainda outra opção é o estacionamento do Hospital Espanhol que cobra R$10 até 4 horas.

Agora, e se eu for de ônibus?
Bem, confesso que nunca fui de ônibus. Porém, sabemos que o transporte público em Salvador não é dos bons. Algumas linhas foram remodeladas e não vão direto para a Barra. Você precisa descer na Lapa e pegar um outro ônibus que faz a integração até a Barra. Os que vão direto para a Barra geralmente vem do Subúrbio, Orla e Centro.

Você vai encontrar ônibus cheio e não sabe em que horário o ônibus vai passar. Mas isso não é motivo para ficar em casa. Algumas linhas são mais vazias e uma opção talvez, seja você pegar dois ônibus.

Uma sugestão para evitar ônibus tão cheio é sair cedo de casa. Se for ver o pôr do sol, por exemplo, tentar chegar lá por volta das 16h. E sair um pouco mais tarde, por volta das 19h.

Durante a semana, de segunda a sexta, o fluxo é menor e tudo é mais tranquilo. No final do dia, a depender da rua, você não encontra flanelinhas nem guardadores credenciados.

Enfim, acredito que você tenha uma outra opção e sugestão para ir até a Barra de carro ou de ônibus. Então, deixe seu comentário abaixo.

3 comentários :

  1. Excelente essa matéria porque muitas pessoas ficam perdidas quando chega na Barra e procura um estacionamento. Valeu Dona Z

    ResponderExcluir
  2. Oi Anonimo,

    Realmente estacionar na Barra não é fácil. Aliás, em lugar nenhum de Salvador.

    Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  3. Sra Z. Poste importante.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...