segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Golpes em turistas em Salvador

Em qualquer lugar turístico vamos encontrar atitudes que desrespeitam não só o turista, mas o cidadão que busca conhecer um local com tranquilidade e segurança. Fiquei mais ou menos 40 minutos em frente ao Elevador Lacerda esperando uma amiga e presenciei como atuam pessoas que se dizem "ambulante cadastrado". Cenas que me deixaram boquiaberta e incomodaram vários turistas desavisados. Assim, você que deseja conhecer a primeira capital do Brasil, fique atento às seguintes práticas:


FOTO COM BAIANA



Um casal estava tirando várias fotos na Praça Municipal e perguntou à uma mulher com a indumentária típica de baiana se poderia tirar uma foto com ela. Assim, prontamente ela se juntou a ele, fez a pose e quando a mulher ia tirar a foto, ela disse: " Vocês sabem que isso aqui é pago."  Sem entender a situação, o rapaz perguntou: "Quanto custa?". "Custa 5 reais." Ele ia argumentar que não tinha o dinheiro e a baiana imediatamente deu às costas ao casal que ficou estarrecido olhando um para cara do outro. Tremendo constragimento!

Portanto, não tire foto com baiana, não pague para isso e nem aceite fazer pose para foto com ela.

COLOCAR FITA NO BRAÇO OU COLAR NO PESCOÇO



Um dos "vendedores" abordou um turista de Fortaleza e sem pedir permissão, já foi amarrando a fita do Bomfim no braço do turista e disse que era um presente. Daí, mostrou vários colares e disse que para ele levar a fita deveria comprar um dos colares por 20 reais. O turista disse que não queria e o vendedor insistiu e no final o turista comprou o colar.

Mesmo com um colete de ambulante cadastrado tenha cuidado!
Um outro vendedor, assim que o turista saiu do Elevador Lacerda, colocou o colar no pescoço do turista e com a conversa insistente de sempre tentou fazer o turista comprar o colar dizendo que na mão dele custava 20 reais e no Mercado Modelo custa 32 reais. O turista foi embora e não comprou o colar.

Portanto, não deixe vendedor nenhum colocar fita no seu braço nem colar no seu pescoço. Não pare nem dê atenção.

POSE PARA FOTO COM CHAPÉU DE TRANÇA


É comum turistas passarem em uma loja no Pelourinho e colocar um dos bonés ou chapéus expostos com tranças afro para tirar foto. Daí, alguém vai te dizer que você terá que pagar. Em alguns locais, há uma placa que indica a cobrança. 

Portanto, se for tirar foto com boné com trança e não for comprar, pergunte se cobra.

Estas cenas presenciei semana passada na Praça Municipal (Tomé de Souza) e no Pelourinho e fica como aviso para você que visita nossa cidade. Não caia nestes golpes e preserve sua segurança pessoal. Fique atento!

Confira dicas de segurança em Salvador (clique aqui).



Siga o Vaneza com Z em:

O Blog Vaneza com Z não possui parceria com nenhuma das empresas ou serviços citados no texto sendo uma escolha pessoal a escrita do post.

Quer apoiar o Vaneza com Z? Faça sua reserva de hotel através do blog na barra lateral, assim receberei uma comissão e você garante o melhor preço através do site Booking.com.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...