quarta-feira, 1 de abril de 2015

Conheça a Praça do Campo Grande em Salvador

Resolvi fazer o post quando ia pro Museu de Arte da Bahia e passei pela Praça do Campo Grande e observei sua beleza e importância. Pesquisando, descobrir fatos interessantes e coisas bacanas desta Praça e compartilho com você, morador e turista.






"Em volta do Campo da Vitória, estão contudo, casas graciosas e claras, com encantadores jardinzinhos. (...) Aqui no mundo vegetal tudo é vida verdadeira, tudo é uma alegria exuberante." Isso foi o que o Príncipe Maximiliano de Habsburgo escreveu em 1860, confundindo o Campo Grande de São Pedro com o Campo da Vitória. Vejamos como foi a transformação deste local até nossos dias.

Flores enfeitam a Praça...
História

Esta é a maior praça de Salvador e possui 36.200 metros quadrados. Mas nem tudo era plano no largo do Campo Grande. Antes, havia desníveis e os jesuítas construíram no ponto mais alto do terreno a capela de São Pedro e depois foi erguida uma torre denominada Forte de São Pedro. O Reverendo George Edward Parker, capelão da colônia americana edificou sua casa no local e cultivou suas plantas neste terreno. Isso aconteceu lá em 1839.

Campo Grande no Século XIX
Foto: Fundação Gregório de Matos
Daí, o presidente da província, Francisco Gonçalves Martins, em 1852, observou que o Vale do Canela, "o profundo vale", representava uma ameaça para o local. Assim, utilizou os escravos para fazer vários aterros no que seria o Campo Grande de São Pedro. A Praça foi inaugurada em 1856 como o nome de Praça Duque de Caxias.

Inauguração do Monumento em 1895
Foto: Fundação Gregório de Matos
Em 2 de Julho de 1985 é inaugurado o Monumento 2 de Julho, data da Independência da Bahia, assistida por pessoas de todas as classes. O monumento é obra do artista italiano Carlo Nicoli, custou 390.000 francos e foi realizado em Gênova na Itália. Homenageia as lutas pela independência na Bahia. As alegorias representam batalhas campais, nomes dos heróis da Independência e os principais rios da Bahia: São Francisco, Paraguassú e Cachoeira de Paulo Afonso. O monumento é popularmente conhecido como "Estátua do Cabloco".

Estátua de 25,86 mt de altura, trabalho em bronze e mármore carrara.
 Inaugurado em 1895.
"Os princípios do iluminismo Francês postos em prática no Rio de Janeiro, por Glaziou, são refletidos na praça inaugurada em 2 de Julho. A sua composição em forma de cruz cujo eixo é marcado pelo “maior monumento da América do Sul ”. Dois espelhos de água ladeavam a entrada principal, com fontes, e o retângulo, cercado por grades, foi minuciosamente planejado para esta data."




O povo escolheu o Campo do Barbalho para colocação do Monumento, mas a comissão formada para implantação do mesmo resolveu colocá-lo na Praça Duque de Caxias ( Campo Grande).


No alto o índio, o famoso Cabloco, com uma arco e flecha tenta matar a serpente embaixo do seus pés. O índio representa o Brasil e a serpente representa a metrópole.

Candelabros e luminárias redondas
Em 2003 a Praça foi reinaugurada, após uma grande reforma que incluiu a colocação de um charmoso gradil de ferro galvanizado, baseado nos desenhos do artista argentino Carybé e executado pelo arquiteto Daniel Colina . È uma obra que me fascina. Não dá para passar no Largo e não ficar viajando naqueles desenhos de plantas e animais incorporados nas formas. As estátuas em mármore são destaques na parte que fica próxima do Corredor da Vitória. Se estima mais de 250 plantas e árvores nesta praça.

Gradis de Daniel Colina, baseado nos desenhos do argentino Carybé




As belas estátuas 



A Praça era ponto de encontro  e de lazer da sociedade baiana. Hoje, é um espaço ocupado pelos moradores da redondeza, turistas que eventualmente passam por ali e estudantes das escolas ao redor do Largo.

O movimento na Praça é interessante. Pela manhã, moradores fazendo suas caminhadas. Mais tarde, babás e bebês. Aos finais de semana,  crianças e pais que aproveitam as atrações locais para se divertirem em família. Bem como, há sempre eventos e exposições que atraem pessoas de outros bairros.

Durante o Carnaval a prefeitura arma uma arquibancada para o público assistir ao desfile dos blocos a preços populares. E no dia 2 de Julho a população pode assistir ao desfile cívico em comemoração a Independência da Bahia.

Quanto a segurança, há um posto móvel da Guarda Municipal no local.

Posto móvel da Guarda Municipal

Horário de funcionamento: 6h as 22h.

Portanto, coloque a Praça do Campo Grande na sua lista de coisas para conhecer em Salvador. Principalmente se você for para estes locais:


Observação: boa parte da informação no texto é baseado numa excelente dissertação de mestrado da Adslane Pereira de Souza, do curso de Engenharia Ambiental Urbana da UFBA. Você pode conferir a dissertação clicando aqui.

Siga o Vaneza com Z em:

O blog Vaneza com Z não possui parceria/ convênio com as empresas ou serviços citados no texto.

2 comentários :

  1. Excelente conteúdo. Parabéns pela dedicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliomar,

      Muito obrigada pela visita e pelo comentário.

      Abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...