quarta-feira, 1 de julho de 2015

Petrolina: capital do Vale do São Francisco

Continuando a série sobre o Vale do São Francisco, neste post, vamos conhecer um pouco mais de Petrolina que fica no estado de Pernambuco. A cidade deve seu nome a uma "pedra linda" que existia na margem do rio. Porém, os petrolinenses preferem a versão de que o nome da cidade foi uma homenagem a Dom Pedro II e sua esposa Leopoldina. E para causar mais discórdia, Petrolina se chamava "Passagem de Juazeiro" pois era caminho para a sua vizinha cidade de Juazeiro que fica do outro lado do rio.



Deixando as desavenças de lado, vamos nos concentrar nos pontos turísticos desta cidade que é considerada a "Califórnia Sertaneja" e "Capital do Vale do São Francisco", que chic hein! Mas, voltando às origens de Petrolina, quem veio para fazer história mesmo foi Dom Antonio Maria Malan, italiano filho de pais franceses que com seu espírito empreendedor, deixou para a posteridade uma obra fundamental e marcante nas áreas religiosa, educacional e de saúde. Uma das mais importantes foi a Catedral em estilo gótico que veremos mais adiante.


Nosso roteiro ficou meio maluco por falta de organização e por não sabermos a localização exata dos pontos que queríamos visitar, por isso, vou alistar para você as atrações junto com um mapa.

Primeiro fomos ao River Shop para comprar uma mochila para minha amiga, fita e papel para embalar as caixas de frutas que compramos. Depois Seguimos para o Zôo da Caatinga no Batalhão do Exército. Chegamos lá as 11:30 e a visitação pela manhã é até as 11h. Retornamos para o Centro e fomos almoçar no Mercado Turístico. 

Este foi o primeiro local que visitamos e fica bem no centro da cidade. Aqui, tem de tudo um pouco: roupa, artigos de couro, artesanato, bebidas e comidas. Aproveitei e comprei uma sandália de couro colorida por 30 reais. O mercado não abre aos domingos.


Praça de alimentação do mercado turístico

aqui tem de tudo um pouco



Seguimos para a praça onde fica a Catedral  Sagrado Coração de Jesus que foi inaugurada em 1929 e edificada com pedras extraídas do próprio local. Os vitrais vieram da França e no momento a igreja passa por reformas.

Catedral de Petrolina


Praça em frente a Catedral
Igreja Nossa Senhora Rainha dos Anjos- Matriz
Andando em direção a Orla de Petrolina, um senhor nos perguntou onde pegava a barca. Daí, perguntamos: " Barca para onde?". Ele respondeu: " Para Juazeiro." Nos demos conta que poderíamos atravessar o rio São Francisco de barco ( eu na verdade queria atravessar a ponte a pé). Seguimos e encontramos facilmente o local de onde partem os barcos que fazem a travessia regularmente. Custa R$1,20. Não demorou muito e o trajeto é curto.


daqui partem as barcas que fazem a travessia Petrolina-Juazeiro


partindo de Petrolina, embarcando em Filadélfia e chegando em Juazeiro, rsrs...

quanto custa a travessia?

um transporte usado regularmente pela população


o Nego D' água expõe a situação do rio São Francisco

ponte Presidente Dutra
Voltamos para o hotel, pois minha amiga embarcaria naquela tarde para Salvador e precisava arrumar as malas. Eu embarcaria noutro dia.

Assim, peguei carona no táxi que levou minha amiga para o Aeroporto e desci bem pertinho do Centro de Petrolina. Peguei o ônibus (linha Henrique Leite) junto ao Mercado Turístico, desci na frente do Batalhão da Polícia Militar e andei uns 20 minutos. Cheguei por volta das 16:15, o porteiro disse que o atendimento era até as 16h, mas que deixaria eu entrar. O Zôo é bem pequeno, dentro de 30 minutos você faz uma visita. Os animais ficam dentro das cercas, mas é uma oportunidade para você conhecer exemplares próprios da caatinga como:

Batalhão do exército


arara canindé

cágados

macaco prego

seriema

bugio

jacaré do papo amarelo


periquito



A entrada é gratuita, mas o acesso está ruim pois a via está sendo duplicada e os ônibus não passam na porta do Batalhão. Lembrando que há 2 batalhões, um da Polícia Militar e outro do Exército. Um é perto do outro. Como eu já disse, você desce na porta do batalhão da Polícia Militar e caminha uns 20 minutos até o Batalhão do Exército.

Depois, fui visitar um dos lugares que mais gostei em Petrolina: Oficina de Artesãos Mestre Quincas. O lugar é maravilhoso, embora as peças sejam caras. Mas, observar o trabalho manual feito com muito esmero e dedicação nos leva a refletir na valorização do artesanato nordestino. Peças trabalhadas na madeira que resultam em santos, anjos e utensílios para casa. Há peças que custam até 5 mil reais. Não foi fácil encontrar uma peça para levar de lembrança para minha mãe num valor em conta, contudo fuçando encontrei uma peça única, feita naquele mesmo dia pela artesã Carina. Ela foi super simpática e amável. É artesã desde pequena e está na Oficina há 10 anos. Ela trabalha junto com o marido e eles entregam peças para todo o Brasil.

anjos

trabalho em madeira





oficina do artesão

Carina em seu mais novo trabalho




"... é ter bravura e persistência, sem perder a elegância.."



em plena atividade

santos

Lampíão e Maria Bonita



Um detalhe muito importante: na Oficina dos Artesão não aceita cartão de crédito nem de débito. Só dinheiro ou cheque.

Daí, voltei de ônibus para Juazeiro para arrumar as malas, depois desses dias desbravando o Vale do São Francisco.

Confira abaixo onde encontrar as atrações citadas.



Fiz tudo de ônibus, mas recomendo que você alugue um carro para conhecer Petrolina principalmente se tiver pouco tempo na cidade.

Oficina dos ArtesãosEnd.: Av. Cardoso de Sá, s/n, Vila Eduardo (na estrada do Batalhão de Exército, perto da rotatória do Monumento do Centenário). Fone: (87) 3864-2069 / 3864-6916
Func.: segunda a sábado das 8h às 17h

Zôo da CaatingaFone: (87) 3864-1600 (ramal 18) 
Func.: segunda a domingo das 7h30min às 11h 30min; 13h30min às 16h.
Artesã Carina Lacerda - 87 8805-6825
Mercado Turístico- Avenida Dom Vital, Centro
River Shopping-  Av. Monsenhor Ângelo Sampaio, 100 - Centro, Petrolina - PE, 56304-920(87) 2101-3737

Confira os outros post desta série aqui, aqui e aqui.

O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com as
empresas/ serviços citados no texto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...