segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Salvador: Museu da Gastronomia

Entramos na cozinha e sentimos um aroma que invade todo ambiente. Penetra pelas narinas e se espalha pela mente. É o azeite de dendê, é o feijão fradinho, é a pimenta, é a farinha de mandioca, é um peixe ou uma galinha, cozidos ou assados e até mesmo fritos.  Para harmonizar os ingredientes, utilizamos o machucador, o ralador, a peneira, o moedor. Uma mistura de ingredientes que resulta em sabores divinos, ás vezes, muito difícil de explicar. Essa é a arte da culinária baiana e podemos aprender um pouco mais sobre ela no Museu da Gastronomia que fica no Pelourinho.



O museu é pequeníssimo e as informações valiosíssimas. Vou destacar algumas que me chamaram atenção:

a construção: o museu foi instalação em uma das muralhas seiscentista que defendia e limitavam a cidade.


os utensílios: as panelas, as colheres, os pratos e muitos outros equipamentos usados na arte de cozinhar e preparar o alimento , estão dispostos de maneira criativa e inusitada.



os ingredientes: uma pausa para lermos as explicações acerca do dênde e o feijão fradinho, tão presentes em nossa culinária.


religiosidade: alguns pratos saíram dos rituais do candomblé para a mesa do povo e ganharam novos significados e modo de preparo.


cardápio: como se prepara aquela muqueca? ou aquele caruru? e o sarapatel? hum... um cardápio foi escrito especialmente para isso.


fotos: são muitas e uma mais linda que outra. Se come com os olhos e nos alimentamos de cultura. Eu destaco as gravuras de Carybé em que se valoriza as negras como peça fundamental para a continuação do saber da cozinha baiana.


poesia: literatura e gastronomia baiana, combinam? E como! Detenha-se, por exemplo, nas palavras de Gregório de Matos:


E por falar em livros, se você quer se aprofundar neste tipo de literatura, ao lado do prédio tem a livraria do Senac. Numa sala anexa, há uma exposição temporária de objetos de argila da artista Gabriela Joau.





Você pode associar um almoço no restaurante do Senac com esta visita e repensar a gastronomia baiana.


Inaugurado em agosto de 2006, o Museu da Gastronomia Baiana - MGBA é o primeiro do gênero na América Latina. Este Museu faz parte do complexo SENAC Pelourinho, que ainda tem em sua estrutura um teatro, uma arena, uma loja de souvenir e um restaurante, todos devidamente "musealizados", como define o curador Raul Lody.


Endereço:  Largo do Pelourinho, 13/19 - Pelourinho
Funcionamento: de segunda a sábado, das 09h às 17h.
Entrada: gratuita
Telefone: (71) 3324-8118


Quem também visitou este Museu: Blog Se Pluga no Mundo

Confira outros museus em Salvador, clique aqui.

Siga o Vaneza com Z em:
Pinterest
Facebook
Google+
You Tube 

O blog Vaneza com Z   não possui parceria/ convênio com as empresas/ serviços citados no texto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...