segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Exposição: 100 anos da Avenida Sete de Setembro

Um passeio de 4,6 km pela história desta, que é uma das mais importantes Avenidas de Salvador. Vamos conhecer seu nascimento. Suas polêmicas e sua importância. Foi palco de grandes eventos e comemorações. A exposição estará na Caixa Cultural, na Rua Carlos Gomes, até 30 de Setembro. 
Único registro da inauguração da Avenida Sete de Setembro

Foi inaugurada em 7 de Setembro de 1915 no governo de José Joaquim Seabra. Foi uma obra bem cara, "obra monumental", para aquela época , porém foi entregue conforme o combinado. Mais de 800 metros de balaustrada. Construção do primeiro viaduto de Salvador, aquele que fica logo depois do Palácio da Aclamação. Calçamento de pedras portuguesas. Plantação de oitiz trazidos do Rio de Janeiro. Ligava a área comercial e residencial da burguesia daquela época.
Primeiro viaduto de Salvador
Algo intrigante é a existência de apenas um registro fotográfico da inauguração da Avenida Sete. Foi uma obra, ora elogiada, ora criticada e ora nem mencionada. Houve jornais que não noticiaram o evento por "falta de espaço".

Para esta obra, foram feitas algumas alterações e demolições ao longo da Avenida. Uma delas, foi a demolição da Igreja de São Pedro e sua recolocação próximo a Praça da Piedade. Não se sabe quem projetou a igreja, pois o projeto inicial consta o nome de Micheli Caselli. Numa lápide da igreja, menciona Rossi Baptista e no Acervo do Instituto Histórico Geográfico, há plantas assinadas por Alberto Roselli. Assim, persisti a dúvida...

No entanto, esta Avenida foi palco de grandes acontecimentos:
Primeiro veículo a circular na Bahia


- desfile comemorativo dos 400 anos de Salvador com a presença da irmandade da Boa Morte ( da cidade de Cachoeira), carros alegóricos e Henrique Lanat com o primeiro automóvel a circular na Bahia. Todos convidados pelo então governador Otávio Mangabeira em 1949.
Trio Elétrico Saborosa
- com o alargamento foi possível o desfile de carros alegóricos como o do Fantoches, na década de 30. Ou do Trio Elétrico Saborosa, na década de 70 com os foliões mascarados ou fazendo uso do lança perfume.
Zepellin

- em 24 de Maio de 1930, os baianos ficaram admirados com a passagem do Graf Zepellin com seus 128 metros de comprimento.

Ainda encontramos na exposição, menção a importantes edifícios ao longo da Avenida Sete, como: Palacete das Mercês, atual prédio do Sebrae; Palácio da Aclamação; e o Palacete de Cerqueira Lima, atual Museu de Arte da Bahia. Todos residências oficiais de governadores.
Palacete Cerqueira Lima

Palacete das Mêrces e o Palácio da Aclamação
Outro edifício que merece destaque é o Sulacap, projetado por Anton Floreder e Robert Prendice com influência da arquitetura alemã. Era para ser um hotel e hoje é ocupado por vários escritórios de profissionais liberais.
Edifício Sulacap, arquitetura alemã
Chamou atenção o prédio da Fundação Politécnica, fundado em 1897, no antigo Palacete Salvador, e funcionou por mais de 40 anos neste prédio. Foi uma iniciativa do engenheiro Arlindo Fragoso. Na decáda de 60 o prédio antigo foi derrubado e deu lugar ao atual.
Fundação Politécnica
E o tão charmoso Relógio de São Pedro foi inaugurado em 15 de Novembro de 1916. Fabricado pela casa Henry Le-Paute. Instalado na Praça Rio Branco onde vemos a estátua do diplomata brasileiro feita por Pasquale De Chirico. Tem 6,5 metros de altura e 4 atlantes que seguram 4 relógios que podem ser vistos de qualquer ângulo.

Para mim, foi uma exposição muito bonita e que resgata a história de uma avenida tão importante.  

As imagens foram selecionadas dos acervos de Marisa Vianna, Nelson Cadena, Fundação Gregório de Mattos e Museu Tempostal, com programação visual do designer Mauro Ybarros.


Depois, verificamos in loco como ficou a reforma do Relógio de São Pedro que substituiu os tiros de canhão que indicavam as horas em Salvador.

Rio Branco, obra de Pasquale de Chirico

as atlantes segurando o relógio

o relógio de ferro fundido e granito

Praça Rio Branco

Esse passeio foi feito na maravilhosa companhia de Nivia Guirra, do Blog Viagens Invisíveis e Cidilan Apresentação, do Blog Se Pluga no Mundo
                   Nivia, Cidilan e eu       
           Foto: Nivia Guirra
Uma ótima oprtunidade para você conhecer a Avenida Sete é com o passeio do Fui de Bike que eu contei aqui.

Conheça a Avenida Sete de bike

Siga o Vaneza com Z em:

Pinterest
Facebook
Google+
You Tube 

O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com as empresas/ serviços citados no texto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...