segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Planejamento de uma viagem pelo sul da Bahia

Nossas férias em família foi muito especial. Meus pais topam qualquer parada e fomos curtindo cada cidade, cada praia, cada pousada, cada comida pelo sul da Bahia. Uns mais e outros menos. Foram 2.077 km de aventura, saindo de Salvador, e neste post eu vou alistar algumas coisas que antes de viajar, ou seja, no planejamento, eu imaginava que era de uma maneira, mas na prática é totalmente diferente. Vamos lá:


ESTRADAS

Um pôr do sol a caminho da BR-101 pela estrada asfaltada da Veracel
- se a estrada de terra de Maraú, a BR-030, estiver boa e o tempo bom, vá de carro. Deixamos o carro no estacionamento em Camamu, diária a 30 reais, depois de "chorarmos" o rapaz fez por 15 reais. E vimos que sem carro em Taipu de Fora, ficaria muito mais caro pagar diária de quadriciclo ( 200 reais) ou pagar táxi ( 40 reais) no trecho Barra Grande/ Taipu de Fora. Por isso, voltamos pra Camamu pra pegar o carro;
- as estradas em Maraú são bem arenosas, um carro 4x4 é o mais apropriado, mas com o tempo sem chuva qualquer carro vence as barreiras. O nosso é um Voyage e foi tranquilo só não nos arriscamos em estradas com areia fofa;
- viajar de carro te dá liberdade e praticidade, mas tem o lado ruim que é pegar congestionamento nas grandes rodovias. E isso aconteceu a caminho de Porto Seguro. Uma carreta tombou na pista e levamos uns 50 min parados. Desviamos por Itapebi por uma estrada de terra  da empresa Veracel, até o trevo que liga Belmonte a Eunápolis. Voltamos pra BR-101 e continuamos o trajeto;
- e por falar em imprevistos, nosso planejamento era chegarmos em Canavieiras ainda durante o dia, porque dirigir a noite é muito ruim, principalmente por estradas que não conhecemos. De Taipu até Canavieiras, fizemos duas paradas em Itacaré para conhecer algumas praias, isso nos tomou tempo. Ainda almoçamos em Ilhéus, com isso, dirigimos pela BA-001 de Ilhéus até Canavieiras a noite. A estrada é boa. Muita reta e curvas fechadas. Bem sinalizada e muitos quebra molas nas áreas urbanas. Confesso que fiquei com um pouco de medo. Não passei de 70km/h, pois havia alguns buracos perigosos;
- quem sai de Salvador de carro, só paga pedágio na Br-324. Na praça de Simões Filho e Amélia Rodrigues, ambos R$1,90 durante a semana;
- uma das estradas mais bonitas é a BA-001 que liga as cidades da Costa do Dendê( Valença, Ituberá, Igrapiúna, Camamu, etc), da Costa do Cacau ( Itacaré, Ilhéus, etc) até mais adiante no sul da Bahia.  É muito arborizada, foi construída dentro de áreas de preservação ambiental. Quase todas as cidades são cortadas por um rio. Paramos em todas as pontes até Camamu;
- e a pior é a BR-101. Digo pior, pois tem muuuuitas carretas. Veículos com mais de 30 metros de comprimento e muitas vezes ultrapassá-las é custoso. Tem faixas adicionais na rodovia, mas é raridade. No mais, a estrada é muito boa;
- use e abuse do Google Maps e se tiver dúvidas, ligue pra pousada ou pro posto da Polícia Rodoviária para obter mais informações. E nem tudo que você ver amarelinho, parecendo uma estrada asfaltada é de fato asfaltado. De uma determinada localidade em diante é estrada de terra, exemplo, a estrada de Trancoso até Caraíva é de terra;
- tem dúvida do caminho a seguir? Pare e pergunte. No interior da Bahia as pessoas são muito atenciosas;
- ah e muito cuidado com os radares nas rodovias, muitos são de 40km/h no perímetro urbano. Por tanto, se ver a placa "reduza velocidade", pé no freio e reduz;

COMIDA

muqueca de catado de aratu em Barcelos do Sul
- a depender do seu bolso, pesquise locais mais baratos para comer, o que não significa, comer qualquer coisa ou em qualquer lugar. Saia do local turístico e você vai encontrar, por exemplo, self service de R$30 o quilo;
- comemos muquecas fartas por 45 reais para 3 pessoas;
- quem não está acostumado com a comida baiana, pode enjoar. Então, o que não falta são opções de churrascarias e pizzarias aqui na Bahia;
- ao longo da BA-001 tem vááários restaurantes. Não paramos em nenhum, mas sempre vimos carros na porta e grande movimentação. Se a fome bater, é só parar;
- algumas pousadas em que ficamos não tinha café da manhã ou permitia que levássemos alimentos para preparar. Aproveitamos e compramos coisas rápidas e simples. Isso nos ajudou a economizar, pois alimentação em alguns estabelecimentos de cidades turísticas beiram a extorsão...;
- leve lanche, sempre! Compre água no supermercado (R$0,75 garrafa de 500ml), essa mesma garrafa (a marca muitas vezes é a mesma) custa 3-4 reais na barraca ou no restaurante;

TRANSPORTE

Trajeto pela Baía de Camamu de lancha rápida para Barra Grande
- daí surge uma pergunta: é melhor ir de ferry ou pegar estrada? Bem, minhas férias começaram na véspera do feriado, então pegar o ferry sem hora marcada é fora de cogitação. Assim, fomos pela estrada e o tempo é praticamente o mesmo e o gasto, menor, pois aos finais de semana o ferry é mais caro. Paramos em Maragogipinho antes de chegarmos em Camamu. Se você for durante a semana, não precisa comprar hora marcada, mas se for feriado compre com um mês de antecedência no site da Internacional Travessias. Lembrando que o site cobra 30% do serviço;
-sobre as lanchas de Camamu para Barra Grande, havia pesquisado que além deste meio de transporte, havia um barco que fazia a travessia mais demorada e era mais barato. Ele só realiza essa travessia de segunda a sexta as 12h. O que mais vimos foram as lanchas ( são mais de 100) e que saem a cada hora. A passagem custa 15 reais, mas eles vão te cobrar bem mais. Diga que só paga 15 reais e pronto! A travessia, se não houver passageiros para descer em outras ilhas ou turistas para descer em pousada na beira do rio, levará 25 minutos, é rápido e vale por um passeio, é uma paisagem maravilhosa da Baía de Camamu;
- o táxi de Barra Grande para Taipu de Fora custa 40 reais, mas chore, eles fazem por 30. Moto táxi cobra R$18;
- além dos passeios, há transporte regular entre Barra Grande e Taipu de Fora, principalmente pela manhã, horário em que os turistas vão pras piscinas naturais. O transporte custa R$12,50 por pessoa;
- quem vai de ônibus, tem transporte regular de Salvador para todas as cidades da Costa da Bahia, vou alistar as empresas no final do post. Se for pra Barra Grande, você desce em Camamu e daí pega a lancha;
- uma localidade que nos chamou atenção pela facilidade de transporte foi Porto Seguro. Lógico que é uma cidade que vive essencial do turismo, assim se locomover entre: Porto Seguro, Arraial, Trancoso e Caraíva, não é bicho de sete cabeças. Tem vans e ônibus para todos estes lugares. Considere a época do ano e o tempo. Se for época de muita chuva, tudo é mais complicado;
- a balsa Porto Seguro/ Arraial saem a cada hora custa 13 reais pro carro e 3 reais por pessoa. Uma travessia sem complicação, rápida e bonita. Cuidado com horários de pico que formam filas quilométricas;
- e se não quiser trabalho, combine com sua hospedagem o transfer;

COMBUSTÍVEL

Etanol custando R$3,14 e gasolina R$3,99 em Arraial d'Ajuda
- um ponto muito importante foi postos de combustível. Para a Península de Maraú, vá abastecido. Abasteça em Camamu. Meu pai teve que ir em Camamu, buscar álcool, pois o carro ficou na reserva. Na Península há 3 postos e só vende gasolina ou diesel. Nada de álcool, nada de gás veicular. E o preço, você já sabe, lá nas alturas: R$4,06!;
- ainda sobre postos de gasolina, o valor mais barato para o álcool foi R$2,39 no posto na BR-101, nas imediações do povoado de Humildes. Vimos álcool de até R$3,14 e gasolina a R$3,99 ( em Arraial d'Ajuda). Por tanto, se você ver um posto com álcool mas em conta, encha o tanque;
- em Caraíva também só tem um posto e só vende gasolina (R$3,75), vá abastecido;
- muitos postos não aceitam cartão de crédito e se aceita, não são todos os cartões, a maioria só aceita Visa ou Mastercard;

DINHEIRO

- separe dinheiro em espécie. Em quase todos os lugares em que passamos não aceitavam cartão, nem de crédito, nem de débito. E quando aceitavam cartão, só o de débito. E ainda tem aqueles que cobram uma taxa por pagamento em cartão de crédito. Desconto? Só para pagamento em dinheiro. Caixas eletrônicos? Alguns 24 horas ou agências do Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal (o que poderia ser lotéricas), os outros bancos, esqueça ...;
- e como somos cliente do Banco do Brasil e Caixa Econômica, a greve dos bancos não atrapalhou a viagem. O acesso aos caixas eletrônicos era permitido;
- ainda sobre dinheiro, se o estabelecimento aceita cartão de crédito ou débito, use e guarde o dinheiro para coisas em que não usará o cartão como passeios e comprar lembranças e comidas em centros de artesanato ou na estrada;
- na hora de pagar transporte, passeios, ou comprar artesanato, tenha o valor exato, pois os vendedores dizem que não tem troco ou simplesmente olha pra sua cara e diz que o valor total é aquele;

SEGURANÇA


Posto da Polícia Militar em Caraíva
- nada do que reclamar ou criticar. Lógico que não estamos no Paraíso, quando passamos por cidades um pouco mais movimentadas, tínhamos cautela. Em outras localidades nem policiamento havia. Estamos falando da baixa estação, porém com muita movimentação nas cidades visitadas. No verão, a coisa muda de figura e a cautela deve ser redobrada;

HOSPEDAGEM


A excelente localização da Pousada Dida e Cris em Arraial d'Ajuda
- valeu a pena nossa hospedagem em Taipu de Fora, Pousada Sol da Onda, principalmente porque estávamos de carro. As piscinas naturais estavam a 500mts da pousada. Porém, este local não tem vida noturna e o comércio, que é pequeno, fecha cedo;
- nosso estilo de viagem é econômica, então ficamos em pousadas simples e que atenderam nossas necessidades e superaram nossas expectativas. Em Canavieiras, Arraial e Caraíva as pousadas estavam bem localizadas. Em Taipu, estava a 500 mts da praia, ouvíamos o som do mar e não foi um ponto negativo;
- não sei se já falei, mas quem vai sozinho ou sem carro é melhor ficar em Barra Grande na Península de Maraú;
- em Arraial, não havia café da manhã, mas estávamos na praça da Igreja e tudo era perto. E um detalhe: o melhor de Arraial é a noite, se puder, pernoite;
- reservei pelo Booking e encontrei preços baixíssimos. Em Caraíva, a pousada mais barata que encontramos foi a Aiuruoca e o dono ainda nos colocou num quarto pra 5 pessoas, éramos 3 e o quarto muito bom;
- no mês de Outubro em Porto Seguro tem a Semana do Saco Cheio, que se estendeu e virou o mês do Saco Cheio. Esta é uma ocasião onde estudantes do ensino médio de todo Brasil vão para Porto curtir e celebrar mais uma conquista acadêmica. Então, não é tão baixa estação assim....;

PASSEIOS


Aguardando o pôr do sol no píer de Taipu de Dentro
- Taipu de Fora tem como o grande atrativo as piscinais naturais, assim pela manhã os passeios, chegam para que os turistas curtam um pouquinho a maré baixa (se ela estiver baixa, claro!) e depois se mandam pros outros atrativos. Como estávamos hospedados em Taipu de Fora, passamos um dia inteirinho em Taipu de Fora e vimos toda a movimentação. Durante a tarde, a maré sobe e o povo vai embora e a praia era só nossa, rsrs;
- se você não tem carro, é melhor ficar em Barra Grande, é daí que saem os passeios por toda a Península até a Praia de Algodões. O passeio é feito em jardineiras que são caminhonetes equipadas para até 6 pessoas. Geralmente eles cobram 60-80 reais por pessoa. As caminhonetes param em cada ponto turístico e o motorista serve de guia;
- de carro próprio, fizemos o tour pelas praias e lagoas e ainda conhecemos Taipu de Dentro que tem um pôr do sol incrível;
- em Arraial d'Ajuda, fizemos caminhada e usamos o carro para ir até Coroa Vermelha (atravessamos a balsa) e ao Borboletário na BR-367;
- em Caraíva, não entra carro, deixamos ele no estacionamento durante 3 dias. Os passeios podemos contratar lá mesmo;

TELEFONIA/ INTERNET

- a Oi e a Claro são ruins. A Tim pega de vez em quando. E a Vivo é mais frequente, até na beira do Rio Caraíva tem o sinal bom;
- o wi fi das hospedagem, considerando que a internet não é boa, foi satisfatória;
- tenha sempre crédito no celular para uma emergência ou necessite ligar para a hospedagem para tomar informação;

Ah, viajar de carro é muito bom, mas cansa. Assim, vá sem pressa. Não dá pra fazer tudo de uma vez só. Desfrute do caminho e da Bahia aos poucos. Volte sempre!

Localidades visitadas:
Península de Maraú
Itacaré
Canavieiras
Coroa Vermelha
Porto Seguro
Arraial d'Ajuda
Trancoso
Caraíva


Confira o nosso roteiro aqui.

Viagem feita em Outubro de 2015.

E o post não termina aqui, deixe seu comentário sobre seu planejamento e compartilhe as suas dicas.

Links úteis:
Serviços em Barra Grande
ASTUMAR - Associação de Transporte e Turismo de Maraú.
Tel: 73 - 3258 6486
Confira o tempo na Bahia
Confira a tábua das marés na Bahia


Siga o Vaneza com Z em:
Pinterest
Facebook
Google+
You Tube 

O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com as empresas/ serviços citados no texto.

3 comentários :

  1. Oi quero parabenizá vc pela iniciativa de levar informação desses lugares paradisíacos do baixo sul em especial Maragogipinho de onde sou. Atualmente moro em Goiânia.

    ResponderExcluir
  2. Oi quero parabenizá vc pela iniciativa de levar informação desses lugares paradisíacos do baixo sul em especial Maragogipinho de onde sou. Atualmente moro em Goiânia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ernandes!

      Que honra ter um comentários seu aqui. E como você bem colocou: lugares paradisíacos.
      Mas que precisam de mais atenção de todos, inclusive o poder público.
      Maragogipinho é algo especial, não encontramos em lugar nenhum. Aquilo é tradição. É de pai pra filho, é feito com amor.

      Um forte abraço daqui da Bahia!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...