quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Rodovias da Bahia: BA's 001, 270,275 e BR's 101 e 030

As estradas na Bahia nos reservaram muitas surpresas, algumas agradáveis, outras nem tanto. O que vou escrever é baseado em nossa experiência como viajantes a turismo. Talvez, você que rode todos os dias, tenha uma outra visão, até melhor que a nossa, sobre estas rodovias. Escrevi sobre trafegar na BR-101 e 324 neste post aqui



Assim, neste post vou falar dos seguintes trechos:

- BA-001: liga as cidades da Costa do Dendê até a Costa das Baleias.
-BR-030: que corta a Península de Maraú.
- BA-270: que liga Canavieiras a BR-101 passando por Sta Luzia.
- BR-101, BA-275, Estrada da Veracel: trecho que passa pelo povoado de Itapebi e retorna para BR-101 até Eunápolis.
-BR-367: trecho de Eunápolis até Porto Seguro.
-BA-986: trecho da BR-367 até Arraial d’Ajuda.
- BA-001 e 283: de Arraial d’Ajuda até Caraíva.

No Google Maps, tudo é lindo e maravilhoso. O que tah de amarelo é rodovia federal asfaltada e na cor branca é rodovia estadual e de terra, sim? Nem sempre. Vamos ao primeiro trecho:

- BA-001: liga as cidades da Costa do Dendê até a Costa das Baleias.

Já falei deste trecho neste post. Não tenho críticas a esta rodovia não. Embora não seja pedagiada, é bem conservada, bem sinalizada. Tem muitas curvas, subidas enormes e descidas também, chamadas de “tobogãs”. Alguns trechos com faixa adicional que permite a ultrapassagem de veículos lentos. Raramente você vai ver uma carreta ou caminhão nesta rodovia, eles evitam este trecho justamente por causa das subidas, descidas e curvas. 


dirigindo pelas estradas da bahia
Uma estrada e mil e uma possibilidades, programe-se e aproveite...
Vale a pena transitar com calma ao passar pelas cidades da Costa do Dendê ( Valença, Igrapiúna, Ituberá e Camamu). Você pode programar ir numa cachoeira:
Pancada Grande ( em Ituberá), Tremembé ( em Camamu) ou Itajuípe ( em Itacaré). 

Ou parar o carro e conhecer uma das praias:
 de Itacaré que eu sugerir aqui, ou em Olivença (Ilhéus)

Ou conhecer algum povoado:
Maragogipinho ou Barcelos do Sul. 


Maragogipinho, maior centro cerâmico da América Latina



Barcelos do Sul, Baía de Camamu
Ou comer em algum restaurante de Valença, Ituberá ou Igrapiúna. Ou almoçar mais adiante em Ilhéus nos restaurantes que ficam depois do Aeroporto. Enfim, tem muita coisa pra fazer, por isso, se programe e não passe com pressa. A estrada em si, já é um atrativo.

-BR-030: que corta a Península de Maraú.
Esta é uma estrada problemática. Em época de chuva fica intransitável. É uma vergonha. Mas se o tempo estiver bom, aproveite e vá de carro. Pode ser qualquer carro, vimos uns carrinhos velhinhos tadinho, e lá, firme e forte. Mas repito: com o tempo bom. Para ter acesso a esta rodovia,  você precisa chegar na rotatória que liga Maraú a Itacaré.

Se a estrada estiver boa, vá de carro para a Península de Maraú
Como eu já disse, é uma estrada de terra e cascalho e em alguns trechos com “costela de vaca” onde o carro treme todo. Muita poeira, por isso fechamos os vidros e ligamos o ar, mais gasto de combustível... e só há 3 postos na Península ao longo da BR, só tem um posto e só vende gasolina ou diesel.
Tem bares, restaurantes, mercadinhos, material de construção na entrada da Praia de Saquaíra. A sinalização é boa principalmente para os atrativos turísticos. Tem algumas estradas na Península que são de areia fofa, aí precisamos redobrar a atenção e não se arriscar para o carro não atolar.



BA-001 Ilhéus-Canavieiras- este trecho é bem conservado. Pouquíssimos buracos, mas os que existem são perigosos, por isso atenção. Retas longuíssimas e curvas fechadas. Dirigimos paralelo ao mar e próximo dele. Passamos pela entrada do Transamérica Resort Comandatuba e atravessamos algumas cidades e povoados como Una e Puxim do Sul. 


Em direção a Canavieiras, depois de Puxim do Sul, há uma rotatória e um letreiro enorme indicando: Canavieiras a 18km. Seguimos por um corredor de eucaliptos e chegamos ao nosso destino.


Saída de Canavieiras

Use sem dó nem piedade o view street do Google para as rodovias, seja da Bahia ou de qualquer outro lugar. A entrada de Canavieiras é exatamente assim e a captura da imagem foi de 2014. Assim, não tem como se perder né?!!!
- BA-270: que liga Canavieiras a BR-101 passando por Sta Luzia.


Olha a buraqueira...




Depois de umas buraqueiras, chegamos em Santa Luzia, rumo a BR-101
Saindo de Canavieiras fomos para Arraial d'Ajuda. Passamos pelo município de Santa Luzia e o povoado de Betânia. O trajeto é todo por estradas de asfalto e no início é bem esburacado. Assim, vá com atenção. Há pouquíssima movimentação de carros e pessoas. 



- BR-101, BA-275, Estrada da Veracel: trecho que passa pelo povoado de Itapebi e retorna para BR-101 até Eunápolis.

Viajar de carro tem seus percalços e um deles é enfrentar congestionamento em plena rodovia e pior quando você não conhece os atalhos. Isso nos aconteceu próximo do município de Itapebi. Estávamos indo para Arraial d'Ajuda e por conta de uma carreta que virou na pista, ficamos parados uns 30-40 min. Meu pai saiu do carro para conversar com outros motoristas e descobriu um atalho, desviar por Itapebi e pegar a estrada da empresa de celulose Veracel. 
Se você deseja conhecer Belmonte, Santo André e Cabrália na mesma viagem, acredito que seja interessante este trajeto com as balsas. Nós, tínhamos como objetivo Arraial d'Ajuda, assim utilizamos a BR-101 e fomos para Eunápolis. Por conta do congestionamento desviamos por Itapebi e a estrada da Veracel.
Partimos...um jovem nos pediu carona até Itapebi. Depois de Itapebi, uma surpesa: estrada de terra e cascalho. Os trechos asfalto era só uma subida bem íngreme e cheia de curvas. Mas foi só um susto, rsrs...a estrada é boa e tranquila. Demos graças a Deus quando chegamos novamente no asfalto no trevo que liga Belmonte a BR-101 e seguimos para Eunápolis. Ficamos tentados a seguir para Belmonte, mas por não conhecermos a estrada e se valia a pena ir até Belmonte, pegar várias balsas para atravessar até chegarmos em Arraial.  Enfim, um dia vou me certificar disso ...

-BR-367: trecho de Eunápolis até Porto Seguro ou Arraial d'Ajuda.

Transitamos por esta rodovia 4 vezes, a primeira a noite. É uma descida quase interminável, mas não se empolgue, há vários redutores de velocidade.  Muito bem sinalizada. Como não íamos direto para Porto Seguro, abastecemos ( gasolina/álcool em Arraial é cara) e desviamos para Arraial d'Ajuda. Mas você pode ir para Arraial sem pegar a BA-986, assim você precisa descer até Porto e atravessar a balsa que funciona o dia todo, inclusive de madrugada.

Neste trecho há o Borboletário Asas Mágicas, um projeto muito lindo. Você pode visitá-lo ao chegar ou sair de Porto Seguro. Escrevi sobre a visita aqui.

O trecho que vai da BR-367 até Arraial passando pela BA-986 é bem sinuoso, tem muitos buracos (embora nos dias em que estivemos lá, havia uma operação tapa buracos), mas é sempre bom ter atenção principalmente a noite. No mais, é transitável e seguro.
Ahh, esses buracos são clássicos, a captura do Google foi de Outubro de 2014. Viajei em Outubro de 2015, ou seja, eles estavam fazendo aniversário, hehe...

De Eunápolis até Arraial gastamos mais ou menos 1:20h.

- BA-001 e 283: de Arraial d’Ajuda até Caraíva.



Este é o trecho que eu mais tinha dúvida. Perguntei à vários amigos que moram nesta região como era a estrada e se dava pra ir de carro e se o trecho de terra era muito ruim. Todos disseram que com o tempo bom dá pra ir de boa...

Então, o trecho da BA-001 é de asfalto, beleza. O da BA-283 é de terra e requer atenção. Em época de chuva , fica intransitável e o povoado de Caraíva, "ilhado".  Em 2015 choveu pouco no Nordeste.

Logo depois de Trancoso, já começa a estrada de terra da BA-283, subimos e descemos ladeiras, passamos por planícies e atravessamos aldeias indígenas urbanizadas. O trecho é sinalizado e ao longo da estrada, há alguns locais que vendem artesanato indígena.

Depois de uns 40 minutos de estrada de terra chegamos no estacionamento em Caraíva. 

Se você deseja  ir de carro para a Praia do Espelho em Trancoso, terá que passar por parte desta estrada e tem placa indicando Praia do Espelho.

Em épocas de chuva a estrada é intransitável. Moradores dizem que a lama e alguns riachos bloqueiam a passagem.

Dá pra fazer um bate-volta de Arraial ou Trancoso até Caraíva? Dá sim. E muitos turistas chegam lá assim. Passam o dia e vão embora. E dá pra aproveitar Caraíva? Lógico que não, mas se o objetivo é só conhecer esta vila, dá sim. É só fretar um táxi, chegar cedo e sair depois do pôr do sol. E se você estiver de carro próprio também.

Depois de Trancoso, posto de gasolina só em Caraíva e só vende gasolina mesmo e custava mais de 4 reais. Portanto, vá abastecido desde Arraial d'Ajuda.

No total rodamos 2.077km: Salvador até Caraíva e de Caraíva até Salvador ( neste último trecho, só pela BR-101). Se você achou esta informação útil deixe um recadinho aí embaixo. E se tem algo para acrescentar, pode comentar, rsrs!
Acompanhe outros posts pelo Litoral da Bahia: Maragogipinho, Maraú e Itacaré linkados no post.


Siga o Vaneza com Z em:

Pinterest
Facebook
Google+
You Tub


O blog Vaneza com Z  não possui parceria/ convênio com as empresas/ serviços citados no texto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...