sábado, 21 de janeiro de 2017

Cairu/ Bahia, passe lá ... você vai gostar.

E por que eu gosto tanto da Bahia? Boa pergunta! São vários motivos e um deles é poder conhecer cidades, povoados, lugares simples e encantadores. Lugares em que a vida passa com uma certa elegância, digamos. Não são lugares midiáticos, não são lugares famosos, são apenas lugares que nos enchem de prazer em ser baiano e em está na Bahia. Só isso... 


Vou falar um pouquinho de Cairu, localizado na Costa do Dendê e a 173 km de Salvador via Ferry. Fica pro lado de Valença, Taperoá, descendo pra Itabuna pela BA001. Coloquei na rota da nossa viagem quando íamos para a Ilha de Boipeba. E o que significa Cairu? Vem do idioma indígena, e quer dizer casa do sol.

E deixo uma dica pra você: ao transitar pela BA001, vá sem pressa. Conheça pelo menos um povoado, ou uma praia top de Itacaré, ou uma cachoeira bacana como a da Pancada Grande ou Itajuípe que ficam ao longo desta rodovia. Por tanto, desacelere, planeje e descubra uma Bahia mais autêntica. Se não der, paciência, rsrs...
Nossa programação foi chegar em Cairu antes das 15h, horário em que a lancha passaria no Cais (ao passar no Cais da Graciosa, deixe isso acertado). Descobrimos que estacionar em Cairu é de graça. Tem dúvida? Vá na delegacia e peça ajuda ao policial. Estacione em lugar seguro sem atrapalhar o trânsito. Só isso! Tem receio? Ouvi uma pessoa comentando do estacionamento do Pedro que custa 20 reais/diária. Quer dormir? Tem pousadas, só não me enterei de ver contatos, mas tem pousadas sim, caso queira dormir por lá ou se tiver algum contra tempo. Se você coloca na internet "pousadas em Cairu" só aparece Morro de São Paulo, assim se você conhece alguma, indique.

E a estrada pra chegar em Cairu é boa? Não, não é boa, ela é excelente! Estavam recapeando todo o trecho, um tapete, maravilha, mas cuidado com as curvas.

Olha como chegar:





Chegamos "cedo" em Cairu com tempo para andar pelas ruas de paralelepípedos.

Logo na entrada da cidade, do lado direito, temos a Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Cairu e do lado esquerdo, o Convento Santo Antônio, este é mais famoso, porém não é mais antigo do que a Igreja, assim mostra um fragmento histórico que vi no Blog do Pelegrini, clique aqui para saber. Só fotografamos a fachada, mas acredito que possa ser visitada por dentro. Cito o blog Viaje na Viagem que descreve muito bem a visita.

Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário 
Gostou do Blog? Dá uma curtida aqui:
ao lado da Igreja temos um mirante muito bacana com vista pro Rio de Cairu:




da frente da Igreja Matriz, vemos o convento:



A fachada da igreja é considerada uma obra-prima, sendo a primeira manifestação do Barroco arquitetônico no Brasil
Descemos em direção ao rio para buscar um local para estacionar. Depois fomos caminhar pela cidade. Uma tranquilidade que só. Alguns moradores em suas portas batendo papo e observando o movimento da rua, quem entra  e quem sai, nada passa desapercebido, rsrs.

Cais de Cairu e o local onde íamos estacionar, se não fosse uma festa que ia ocorrer. Estacionamento grátis.


Ao redor da Praça tem bares, restaurantes, mas não tivemos tempo de conhecer ...
Os primeiros habitantes de Cairu são os índios aimorés, depois chegou Francisco Romeo, administrador da Capitania de São Jorge dos Ilhéus, pra tomar conta do pedaço. Fundou a Vila em 1608, depois virou cidade.


Casarão colonial



O desenvolvimento da localidade está atrelado a navegação pelos rios, assim os produtos explorados poderiam ser facilmente exportados. Mas veio a decadência quando este desenvolvimento foi direcionado para Valença e surgiram as estradas. Assim, Cairu sofreu um isolamento econômico e territorial e se volta para o mar e para o rio, a principal fonte de renda até então. Daí, perceberam o potencial turístico da região e começaram a desenvolver a atividade que hoje é uma das fontes de renda da população. Isso é muito notório, praticamente todo mundo em Boipeba, por exemplo, vive do turismo. Muitos saíram de cidades próximas como, Valença, Taperoá, Ituberá e se mudaram para Boipeba com o objetivo de viver do turismo, seja vendendo numa barraca de praia, seja no transporte e passeios pela Ilha, seja construindo e alugando casas de temporada enfim, o turismo é o meio de sobrevivência de muitos.

Orla de Cairu


Este é o terceiro maior polo de turismo da Bahia e sua divisão territorial ocorre da seguinte maneira:

Ilha de Tinharé - Morro de São Paulo, Zimbo, Gamboa do Morro, Galeão, Garapuá, Batateira, Senzala e Canavieiras.

Ilha de Cairu - Cairu, Torrinha e Tapuias.

Ilha de Boipeba - Velha Boipeba, Monte Alegre, Moreré e São Sebastião.




Então, só pra reforçar: Morro de São Paulo fica na Ilha de Tinharé que pertence a Cairu, que por sua vez, é uma outra ilha, Ilha de Cairu. A Ilha de Boipeba tem como localidade sede, a Velha Boipeba. Este arquipélago é formado por 36 ilhas ( a wikipedia diz 26).  Aliás, no Brasil temos apenas dois municípios arquipélago: Cairu e Ilhabela (SP). Mas Cairu se afirma como único, não descobri o porquê...


Siga o Vaneza com Z em:


O blog Vaneza com Z não possui parceria/ convênio com as empresas/ serviços citados no texto.

12 comentários :

  1. Que maravilha! Adorei saber tanta coisa sobre este este lugar tão lindo! Não conhecia e já apontei na lista! Acho que daria para colocar Cairu e Morro de São Paulo numa mesma viagem, o que acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ju!

      Cairu seria uma cidade de passagem para Boipeba, aí sim, vale você conhecer. Mas sair de Morro só pra ir até Cairu não vejo vantagem.
      Agora, dá pra casar Boipeba e Morro e de quebra vc visita Cairu. Aí é um roteiro show, pode ter certeza.

      Abração e obg pela visita!

      Excluir
  2. Nunca tinha ouvido falar desse lugar. Nem da costa do dendê. A Bahia é uma caixinha de surpresas mesmo.
    Uma graça de cidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Patrícia... a Bahia tem cantos e encantos. Abraços!

      Excluir
  3. Gosto desse modo slow travel, a beleza dos lugares depende dos nossos olhos e do nosso coração. Deu para perceber a boa vibe que essa cidadezinha lhe transmitiu.
    Abraço desde Portugal
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    P.S. Adoro saber o significado dos nomes de origem indígena

    ResponderExcluir
  4. Que pedacinho do paraíso este lugar. Ainda não conheço esta região da Bahia, mas quero muito. Sonho com o Morro de São Paulo. Vou incluir também Cairu. Abraço x

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vem pra Bahia! rsrsr
      O roteiro bom mesmo é: Boipeba, Cairu e Morro de São Paulo.
      Bjs!

      Excluir
  5. Caraca, tô perdendo em não conhecer a Bahia ainda! hahaha Vários lugares pra se conhecer com calma e relaxar! Espero ainda garimbar essa trip!

    ResponderExcluir
  6. Ah, como eu acho o clima da Bahia, a energia, super empolgante. Adoro visitar o estado, e me culpo muito que não faço isso mais frequentemente. Por exemplo, não conheço NENHUM desses lugares que você apresentou no post. Só aumentou minha vontade de voltar o quanto antes, claro!

    ResponderExcluir
  7. Fantástico post! Adorei o relato de viagem e as fotos desses belos monumentos e praias dessa região paradisica!

    ResponderExcluir
  8. Que lugar lindo, Vaneza! Parece ser uma paz!!!!
    Sempre tive muita vontade de conhecer essa regiao, mas passo tao mal com o calor, que quando penso em turismo nunca penso em ir para o nordeste!
    Imagino que o inverno seja mais tranquilo, mas voce poderia me dizer se o sol é forte demais?

    Abraços!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...